Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 03/03/2024 | 10:26

Herval d' Oeste

Suspeita de dengue não se confirma em Herval d´Oeste

Publicado em 28/03/2013 ás11:55

Apó s receber a notificação do Hospital Universitário Santa Terezinha sobre um rapaz de Herval d´Oeste que estaria internado com suspeita de dengue, a Vigilância Epidemiológica apurou os fatos na tarde desta quarta-feira (27). De acordo com a enfermeira Paula Fagundes de Lima, responsável pelo setor, o rapaz de 22 anos que reside no bairro Nossa Senhora de Fátima, foi hospitalizado com dores pelo corpo ainda na quinta-feira da semana passada e recebeu alta no domingo. “Ele chegou de viagem, de uma região do Mato Grosso com sintomas da doença e foi medicado como caso de dengue no hospital, porém não foi feita sorologia para saber se ele estava mesmo com a doença”, informou. Em contato com a família, informaram que o rapaz estava bem e que já voltou a viajar, mesmo assim a vigilância está seguindo o protocolo. “Hoje nossa equipe está fazendo todo o monitoramento da área próxima à residência para apurar se outras pessoas apresentam os mesmos sintomas”, destacou a enfermeira. Paula acredita que o rapaz pode ter contraído a dengue clássica que apresenta como sintomas: febre alta com início súbito; forte dor de cabeça; dor atrás dos olhos, que piora com o movimento dos mesmos; perda do paladar e apetite; manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores; náuseas e vômitos; tonturas; extremo cansaço; moleza e dor no corpo. Neste caso segundo ela, a medicação é suficiente. Já os sintomas da dengue hemorrágica são os mesmos da dengue comum, sendo que a diferença ocorre quando acaba a febre e começam a surgir os sinais de alerta: dores abdominais fortes e contínuas; vômitos persistentes; pele pálida, fria e úmida; sangramento pelo nariz, boca e gengivas; manchas vermelhas na pele; sonolência, agitação e confusão mental; sede excessiva e boca seca; pulso rápido e fraco; dificuldade respiratória e perda de consciência. Na dengue hemorrágica o quadro clínico se agrava rapidamente, apresentando sinais de insuficiência circulatória e choque, podendo levar a pessoa à morte em até 24 horas. Neste ano o município de Herval d´Oeste não apresentou nenhum foto de dengue, ou seja, não foram encontradas larvas do mosquito transmissor da doença.
Fonte: caco da rosa

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X