Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 12/07/2024 | 14:19

Joaçaba

Joaçaba entre as 10 cidades polo contempladas com Centro de Pesquisa

Publicado em 03/04/2013 ás12:54

Solenidade de lançamento no Centro Administrativo do Governo do Estado

Foto: Solenidade de lançamento no Centro Administrativo do Governo do Estado

O Pr efeito de Joaçaba, Rafael Laske esteve em Florianópolis nesta terça feira (02) participando do evento em que o Governo do Estado lançou, o projeto da Rede Catarinense de Inovação. Serão construídos centros de pesquisa em 10 cidades polo do Estado, dentre elas Joaçaba, para abrigar incubadoras de tecnologia, laboratórios de pesquisa, treinamentos, educação profissionalizante ou qualquer outra iniciativa de inovação e tecnologia. "Ali é onde os filhos das pessoas vão encontrar seus empregos ou onde as crianças de hoje se tornarão empresários", explica o secretário de Desenvolvimento Sustentável, Paulo Bornhausen. Com a Rede Catarinense de Inovação, o governo quer construir as bases para o crescimento de Santa Catarina. "A gente pode não saber no que o mundo vai se transformar com a tecnologia. Mas nunca podemos ficar neutros ou omissos a essas mudanças aceleradas", reforçou o governador Raimundo Colombo. Serão investidos R$ 40 milhões para a construção de nove centros de inovação nos municípios de Florianópolis, Joinville, Blumenau, Criciúma, Chapecó, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joaçaba e São Bento do Sul. Lages é o décimo município, mas nesta cidade o centro de pesquisa já está em construção. A solenidade de lançamento do projeto foi no Centro Administrativo do Governo do Estado, em Florianópolis, e além do Prefeito Rafael Laske, contou com a presença do reitor da Universidade do Oeste Catarinense, Aristides Cimadon e dos demais prefeitos e reitores de universidades das outras cidades beneficiadas. “Graças a essa importante parceria entre município e universidade estamos efetivando esse projeto, que irá atender também toda a região e tenho certeza que será uma das principais molas propulsoras para alternativa de nosso desenvolvimento sustentável” destacou o Prefeito Rafael Laske. Como serão os centros de pesquisa As cidades maiores terão prédios de 4,5 mil metros quadrados e as menores, de 2,5 mil metros quadrados. O início da construção das estruturas está prevista para maio. O secretário Paulo Bornhausen afirmou que as licitações devem estar concluídas até o final de abril. Após o início das obras, o prazo para terminar todos os centros de pesquisa é de 18 meses, com as estruturas mais simples ficando prontas em até um ano. Em Joaçaba, a área prevista é de dois mil metros quadrados, com investimentos previstos na ordem de 3 milhões de reais. Além da Unoesc e Prefeitura de Joaçaba, o projeto conta com o apoio da AMMOC e áreas de atuação abrangem alimentação, energias renováveis, engenharia biomecânica e metal mecânica.
Fonte: Paulo Afonso

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X