Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 25/09/2021 | 02:56

Educação

Acafe vai auxiliar Estado na reestruturação da educação básica

Publicado em 04 de Abril de 2013 às08h54

Reunião do Conselho Deliberativo da Acafe

Foto: Reunião do Conselho Deliberativo da Acafe

As i nstituições de ensino superior do Sistema Acafe serão parceiras do Governo de Santa Catarina na reestruturação da Educação Básica do Sistema Estadual de Ensino. Essas IES auxiliarão em ações previstas no Pacto pela Educação, principalmente na revisão das matrizes curriculares do ensino fundamental e do ensino médio. O assunto foi debatido em uma reunião do Conselho Deliberativo da Acafe realizada na terça-feira (2) em Florianópolis. Conforme o Reitor da Unoesc e Vice-presidente da Acafe, Aristides Cimadon, a participação da Associação nesse processo foi solicitado pelo Governo Estadual e a decisão foi de que as instituições de ensino comunitárias auxiliarão no que for preciso. – Pelo papel que têm em Santa Catarina e por tudo que já fizeram até hoje na formação de professores, as instituições da Acafe são as que têm mais condições de auxiliar o Estado – diz Cimadon. Projeto de Lei das Comunitárias A reunião da Acafe também debateu outros assuntos, como a tramitação no Senado do Projeto de Lei 7639/2010, também conhecido pelo PL das Comunitárias. Nos próximos dias, os representantes da Associação entrarão em contato com o relator do projeto no Senado, o senador Paulo Bauer, e organizarão uma mobilização junto aos senadores catarinenses para que a casa aprove o projeto o mais rápido possível, de modo que possa ir à sansão presidencial ainda neste ano. A Acafe também pretende se reunir com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pedir seu apoio no sentido de sensibilizar a presidente Dilma Rousseff para que sancione o projeto. Pronatec e Programa Pró-equipamentos Mais um assunto debatido durante a reunião foi a impossibilidade de as instituições do Sistema Acafe participarem de programas federais como o Pronatec e o Programa Pro-equipamentos, voltado a cursos de Mestrado e Doutorado. Hoje, essas instituições não podem acessar tais programas. IES da Acafe também poderão atuar junto à Defensoria Pública Na terça-feira (2), o Reitor da Unoesc, Arisitdes Cimadon, também participou de um almoço na companhia de demais representantes da Acafe e do defensor público-geral de Santa Catarina, Ivan Cesar Ranzolin. O assunto debatido na oportunidade foi a possibilidade de as instituições de ensino que formam a Associação estabelecerem um convênio com o Estado para realizarem ou auxiliarem o atendimento pertinente à Defensoria Pública naquelas cidades em que oferecem cursos de Direito, por meio dos seus serviços de atendimento jurídico comunitário. Segundo Cimadon, esse foi apenas o primeiro passo para a elaboração de um projeto que possibilite a parceria entre a Defensoria Pública e as instituições comunitárias.
Fonte: Bruna Santos de Andrade/ Unoesc

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X