Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 16/09/2021 | 19:51

Luzerna

Realizada em Luzerna oficina sobre o Pronatec

Publicado em 05 de Abril de 2013 às13h13

Repr esentantes das Secretarias de Desenvolvimento Regional de Joaçaba, Concórdia, Campos Novos, Videira e Caçador participaram, nesta quinta-feira, 4, no auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), em Luzerna, de uma oficina sobre o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que integra as ações do Pacto pela Proteção Social. O evento foi promovido pela Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST). O objetivo foi discutir a necessidade regional para os cursos gratuitos de qualificação profissional do Pronatec. Conforme o diretor de Trabalho, Emprego e Renda da SST, Edilson Godinho, no final do ano passado os municípios que aderiram ao programa inseriram no sistema os cursos de interesse. Agora, eles tiveram a oportunidade de rever, complementar, trocar ou suprimir, de acordo com as demandas. “O curso precisa gerar renda e melhorar a condição de vida da pessoa. Ele deve ser viável para o desenvolvimento da região e para o cidadão”, destaca Godinho. Durante o evento, os municípios que ainda não participavam do Pronatec receberam informações para o cadastro no site do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), que coordena o programa. Eles também tiveram a oportunidade de pactuar demandas e solicitar os cursos. “O nosso objetivo é a adesão de 100% dos municípios. Estamos próximos de alcançar essa meta”, ressalta o diretor. Em 2012, foram 22 mil matrículas em 237 diferentes cursos, em 115 municípios catarinenses. Os números devem ser superados em 2013, já que mais de 250 municípios aderiram ao Pronatec e há 57 mil vagas disponíveis em todo o Estado. “Na região que compreende as SDRs de Joaçaba, Concórdia, Campos Novos, Videira e Caçador são 6,2 mil vagas pactuadas”, informa a gerente de Políticas de Trabalho e Emprego da SST, Grace de Sturdze. Após as oficinas, que também são realizadas em Chapecó, Tubarão, Lages, Joinville e Florianópolis, as solicitações feitas pelos municípios serão analisadas para então serem definidos os cursos viabilizados em 2013. As qualificações, voltadas às pessoas inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal, são ministrados em instituições do Sistema S (Senac, Senai, Senar, Senat) e institutos federais (IFSC e IFC). A carga horária varia de 160h/aula a 350h/aula e os alunos são de uma faixa etária entre 16 e 59 anos. As inscrições são feitas no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) dos municípios. Após a conclusão do curso, o Sistema Nacional de Emprego (Sine) fará a mobilização para intermediar o encaminhamento do aluno ao mercado de trabalho. Também participaram da reunião: a diretora de Assistência Social da SST, Simone Machado; a gerente de Assistência Social, Trabalho e Habitação da SDR Joaçaba, Nelci Trento Bortolini; além de representantes do Senai, Senac, Senar, Sine, Instituto Federal Catarinense (IFC), das prefeituras e dos CRAS.
Fonte: Mayelle Hall

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Droga Raia

Av. XV de Novembro, 263 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-9356

Droga Raia
X