Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 20/07/2024 | 16:36

Joaçaba

Hust se manifesta sobre mulher que morreu após operar a perna

Publicado em 30/08/2016 ás17:00

Hospital Universitário Santa Terezinha

Foto: Hospital Universitário Santa Terezinha

O hospital Universitário Santa Terezinha (Hust), se manifestou nesta terça-feira (30) sobre a morte de Izabel Leontina Rezende da Silva, 48 anos. A paciente, que deu entrada na sexta-feira para operar a perna esquerda, acabou tendo complicações após o procedimento, sendo internada na UTI no sábado onde faleceu.

Depois de receber o irmão da vítima, Sérgio Luiz Rezende, o diretor geral do Hust, Alciomar Antônio Marin, conversou com o Portal Caco da Rosa. “O primeiro procedimento que tomamos foi nomear uma comissão de sindicância para apurar todas as circunstâncias”, informou. “Quero deixar toda a população regional tranquila, pois os profissionais são capacitados para atendimento em todas as especialidades”, acrescentou Marin.

De acordo com o diretor geral, o trabalho de apuração deve ser concluído dentro de 20 ou 30 dias. “As providências vão depender do resultado dessa sindicância”, concluiu.

A família acusa o hospital de ter ministrado dipirona no soro de Izabel, o que poderia ter causado sua morte, pois a mulher era alérgica ao medicamento.

IGP afirma que não negou atendimento

O IGP foi mencionado pelo irmão de Izabel, que afirmou na entrevista que em um primeiro momento o órgão se recusou a fazer a necropsia. No entanto, os plantonistas de Campos Novos compareceram a funerária para a coleta de sangue.

“O IGP nunca se recusaria de atender a qualquer tipo de ocorrência, desde que legalmente convocado”, rebateu o gerente da 8ª Mesorregião do IGP, João Barmeche, que acredita em um mal entendido, pois o IGP de Joaçaba não estava de plantão no final de semana. “Quem estava de plantão era a equipe de Campos Novos, que fez o procedimento”.

Conforme Dr. João, o resultado da análise de sangue da vítima vai depender da autoridade policial. “Quando tivermos o questionamento da polícia, vamos encaminhar ao laboratório e pedir providências. O resultado fica pronto em torno de 30 das, que é o prazo para o encerramento do inquérito do policial”.

Confira abaixo as entrevistas:

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X