Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 23/04/2024 | 15:33

Região

Acusado de matar jovem em Capinzal pega 14 anos de prisão

Publicado em 23/11/2016 ás16:30

Reprodução simulada do crime (Rádio Capinzal/Divulgação)

Foto: Reprodução simulada do crime (Rádio Capinzal/Divulgação)

Diego de Amaral Almeida foi condenado a 14 anos de reclusão em regime inicial fechado pelo crime de homicídio qualificado cometido contra o pintor Elton Jhon Lopes dos Santos. O crime aconteceu no dia 7 de junho do ano passado em frente antigo Clube 100, no acesso Cidade Alta, em Capinzal. O julgamento ocorreu nesta quarta-feira (23) no plenário da Câmara de Vereadores de Capinzal.

O júri foi presidido pelo juiz Douglas Cristian Fontana. Na acusação atuou o Ministério Público, através da promotora Karla Bárdio Meirelles, e na defesa o advogado Alexandre Santos Correia de Amorim. Os trabalhos iniciaram por volta das 9h45min e encerraram às 15h30min com o anúncio da sentença condenatória.

Crime

Segundo o que foi levantado pela polícia, tudo começou quando Diego e um colega estavam na frente do clube, momento em que avistaram a Elton na companhia de dois amigos comprando os ingressos. Um amigo da vítima, conhecido por Rapozão, havia lhe encarado de maneira provocante. Nesse instante, ele teria convidado seu amigo para ir até o carro onde pegou a arma de fogo.

Ao retornar para frente do clube, cumprimentou Elton e seus amigos, entre eles Rapozão com quem teve breve diálogo, oportunidade em que pediu se havia alguma coisa contra ele. Rapozão afirmou que não e, entrou no clube, seguido por um dos amigos e por último ficou Elton que, segundo Diego, teria lhe ameaçado.

Sem dar as costas Diego continuou de olho na vítima, até o momento em que Elton ao ser revistado pelo segurança do clube, virou-se pra ele, com o capacete no braço esquerdo, colocou o braço direito na cintura, e disse que o autor iria morrer. De imediato o acusado sacou a arma e disparou três vezes.

Após cometer o crime, Diego se evadiu com seu carro e abandou a arma no terreno ao lado do clube. Ele foi preso dez dias depois mediante cumprimento de mandado de prisão expedido pelo Poder Judiciário da Comarca de Capinzal.

Fonte: Jardel Martinazzo/Rádio Capinzal

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X