Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 26/05/2024 | 02:53

Estado

BRF de Herval d´Oeste entre os frigoríficos habilitados a exportar carne suína ao Japão

Publicado em 07/06/2013 ás16:55

Foto: BRF Brasil Foods/Herval d´Oeste

Foto: Foto: BRF Brasil Foods/Herval d´Oeste

Sant a Catarina tem oito frigoríficos habilitados a exportar carne suína ao mercado japonês: BRF (Campos Novos e de Herval d’Oeste), Seara (Seara e de Itapiranga), Pamplona (Rio do Sul e de Presidente Getúlio), Aurora (Chapecó) e o Sul Valle (São Miguel do Oeste). A lista das indústrias foi elaborada pela Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e aprovada pelo governo japonês. “É o passo decisivo para o início das exportações da carne suína catarinense para o mercado japonês. Esses frigoríficos atendem requisitos solicitados pelas missões japonesas que estiveram no Estado nos últimos anos”, comemora o secretário da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues. No final do mês, o governador Raimundo Colombo e o secretário João Rodrigues, além de empresários da suinocultura, vão acompanhar a presidente Dilma Rousseff em visita oficial ao Japão. A comitiva brasileira deve se reunir com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, e participar de uma reunião com empresários japoneses. A viagem está prevista para os dias 27 e 28 de junho. Para marcar essa conquista catarinense, na segunda-feira, 10, às 10h, no auditório da Federação das Indústrias de a Catarina (Fiesc), em Florianópolis, o Governo do Estado promove o painel sobre a Carne Suína Catarinense e o Mercado Japonês, com a presença de lideranças nacionais e catarinenses da suinocultura. Mercado O Japão é o maior importador mundial de carne suína in natura, totalizando US$ 5,1 bilhões em 2012, equivalente a 1,2 milhão de toneladas, o que representa cerca de 31% das compras mundiais em valor. Em 2012, os principais fornecedores de carne suína in natura para o Japão foram Estados Unidos (US$ 2,1 bilhões), União Europeia (US$ 1,4 bilhão) e Canadá (US$ 1,1 bilhão). No ano passado, o Brasil – que é o quarto maior exportador de carne suína in natura do mundo – vendeu o produto para 63 mercados, totalizando US$ 1,5 bilhão (581 mil toneladas) e a Catarina lidera as exportações, vendendo 180 mil toneladas no valor de US$ 492 milhões. A abertura de um mercado desse porte, estima o secretário João Rodrigues, pode somar no longo prazo 350 mil toneladas por ano.
Fonte: Assessoria

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X