Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 24/07/2024 | 19:03

Geral

Trem Pagador vai parar no Festival de Cinema de Gramado

Publicado em 29/06/2013 ás10:25

Festival de Cinema de Gramado

Foto: Festival de Cinema de Gramado

O troféu dourado em forma de uma flor, a hortênsia, símbolo da cidade de Gramado-RS; sonho de todo cineasta latino-americano. Ambição que este ano coloca na disputa um documentarista nascido em Piratuba, SC: Ernoy Mattiello passou a infância na roça, iniciou carreira profissional no rádio e formou-se em jornalismo no estado mais novo do Brasil, o Tocantins.

Ascendente da cinematografia, o cineasta que nos últimos anos apostou em produções documentais de baixo custo, sabe das limitações de se produzir cinema documental gastando pouco. Por essa razão vê com otimismo e ousadia formalizar a inscrição de o Primeiro Assalto ao Trem Pagador em um festival onde tradicionalmente estão renomados cineastas brasileiros: “ Apostamos em tecnologia de captação de cenas e temos Gabriel Sater, artista respeitado como autor das trilhas sonoras. Sei que esses são apenas alguns dos atributos  para um filme merecer uma estatueta, mas são itens fundamentais e nossa obra está tecnicamente em condições de competir”, garante Mattiello.

O Festival de Cinema de Gramado é uma mostra internacional de cinema com atenção especial para o Brasil e América Latina. O evento que acontece de 09 a 17 de Agosto chega em 2013 em sua 41ª edição.  E esse não é o único grande festival ao qual o filme catarinense concorre: A saga de Zeca vacariano também está inscrito no 46º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro que acontece de 17 à 24 de Setembro de 2013. O evento dedicado exclusivamente ao cinema nacional é promovido pelo Governo do Distrito Federal desde 1965. Uma das regras que o diferenciam de outros festivais é que os filmes, tanto de longa ou curta metragem, devem ser inéditos e preferencialmente, não terem sido premiados em qualquer outro festival nacional.

A participação em grandes festivais de cinema, é segundo diretores do filme, uma das novas ações de divulgação as quais devem ser aplicadas para a difusão do projeto. Outra aposta do grupo é o  circuito cineclubista. Esse mês  as projeções devem atingir mais de 600 salas de cinema alternativo em 26 estados e no Distrito Federal.  Para as cidades da Região do Contestado, a obra vai estar disponível nas vídeo locadoras, além de ser distribuída as escolas do ensino médio e fundamental.

Coprodutor do longa, Vilmar Sartori lembra que uma campanha de marketing estratégica é fundamental para divulgar projetos documentais com eficiência:  O produto final, ou seja:  o filme precisa estar ao alcance de todos, isso inclui estudantes, historiadores e as pessoas de um modo em geral. Criar e executar esses mecanismos com foco no público alvo é o grande desafio”, afirma. 

Além de a produção estar inserida em festivais reconhecidos, a equipe pretende reforçar ações estratégicas que se demonstraram eficientes em produções anteriores. É o caso das exibições pela televisão aberta, em que além da TV Câmara e Paraná Educativa, que já exibiram a obra, outras 10 redes nacionais já confirmaram o filme como atração na grade de programas para 2013. Assim o sonho de fazer cinema no interior catarinense tem se revelado uma prazerosa aventura. Experiência que além de entusiasmante para diretores e produtores, valoriza e divulga os encantos e atrativos da Região do Contestado!

Fonte: Cleide Fátima

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X