Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 15/07/2024 | 23:17

Região

Iomerê discute uso da dermatoglifia para definir políticas para a saúde e esporte

Publicado em 15/07/2013 ás10:57

Professor Doutor Rudy José Nodari Júnior apresentado o projeto

Foto: Professor Doutor Rudy José Nodari Júnior apresentado o projeto

O uso da dermatoglifia, o estudo das impressões digitais como marca genética, em estudantes da rede municipal de Iomerê, no Meio-Oeste, foi tema de uma reunião na Câmara de Vereadores do município. O projeto inovador que visa identificar em crianças e adolescentes potencialidades físicas como força, resistência, velocidade e coordenação motora foi apresentado na terça-feira (9) para autoridades. Se aprovado, o estudo irá auxiliar na construção de políticas públicas na área do esporte e da saúde.

A reunião foi conduzida pelo Professor Doutor Rudy José Nodari Júnior, da empresa de inovação tecnológica Salus Dermatoglifia, que explicou como a observação das impressões digitais pode contribuir para a descoberta de talentos esportivos, promoção da saúde e a orientação para a melhor prática de atividades físicas. Entre os presentes estavam o Prefeito de Iomerê Luciano Paganini, o Vice-prefeito e Secretário da Saúde Milton Borga (Maneco), o Secretário da Educação, Cultura e Esportes Mauricio Bridi e o Secretário de Finanças Douglas Zardo, além dos Vereadores Denis Périco, Aleomar Penso e Anderson Borga.

De acordo com o Professor Doutor Rudy, a ideia é oferecer à administração pública informações consistentes para amparar programas municipais que visam incentivar a prática esportiva e aumentar as opções de modalidades desenvolvidas no município, uma vez que as potencialidades necessitam de treinamento para se desenvolver. “Com base nos resultados podemos sugerir a modalidade, preparação física e exercícios de acordo com o potencial de cada indivíduo”, explica.

Para o professor de Educação Física Robson Volpato, que leciona nas escolas municipais, o estudo é uma importante ferramenta para desenvolver as habilidades dos estudantes. “O projeto que está sendo proposto para Iomerê nos ajudará a encontrar e aperfeiçoar talento para o esporte, pois poderemos, a partir das características genéticas observadas, oferecer a melhor orientação para os alunos”, comenta.

Entre os vereadores, o que chamou a atenção foi o caráter inovador do projeto. “A ideia é fantástica. Fiquei impressionado com a base científica e a precisão dos resultados. Com esse estudo teremos informação para desenvolver o esporte tornando Iomerê referência”, afirmou o vereador Aleomar Penso.

A opinião é compartilhada pelo colega na Câmara Denis Périco, que acredita ser possível uma revolução na maneira de direcionar as crianças para o esporte. “Como jovem e atleta, penso que o projeto só tem a agregar no desenvolvimento do esporte em nosso município. Quando uma criança é orientada para a modalidade mais adequada ao seu perfil, sem dúvida ela ficará mais satisfeita e motivada a continuar no esporte. Vamos buscar recursos e fazer o melhor para colocar essa boa ideia em prática”, completa.

SOBRE A DERMATOGLIFIA

O uso da dermatoglifia já é realidade em outro município da região. No mês passado Luzerna lançou o Projeto “Orientação de Talentos Esportivos e Promoção da Saúde”, que terá a participação de aproximadamente 1000 estudantes com idade entre 6 e 17 anos. Desde então, a Salus Dermatoglifia tem realizado a coleta das impressões digitais e outros testes de aptidão física nas escolas do município. Com as informações obtidas, a empresa irá gerar um laudo indicando as potencialidades de valências físicas e competências motoras de cada estudante. Luzerna é o primeiro município no Brasil a utilizar o método para traçar políticas públicas nas áreas da saúde e esporte. 

Fonte: Herton Farias/Valemais

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X