Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 25/09/2021 | 10:25

Polícia

PF pede mais prazo para conclusão do laudo sobre morte de vereador

Publicado em 18 de Dezembro de 2012 às10h06

Marcelino Chiarello

Foto: Marcelino Chiarello

A Po lícia Federal pediu mais prazo para conclusão do laudo que investiga a causa da morte do vereador de Chapecó, Marcelino Chiarello. O pedido foi anexado ao processo no final da tarde da sexta-feira (14). De acordo com os autos, o juiz de Direito Jefferson Zanini recebeu o pedido e o encaminhou ao Ministério Público, solicitando que o órgão se manifeste sobre “o pedido de dilação de prazo formulado pelo delegado de Polícia Federal”. Outros dois pedidos iguais já foram solicitados pela PF e autorizados pelo juiz, nos dias 16 de outubro e 14 de novembro. Em entrevista ao Diário do Iguaçu no dia 27 de novembro, Zanini explicou que “desde que a Polícia Federal tenha uma justificativa plausível, o prazo pode ser prorrogado.” O vereador e professor Marcelino Chiarello, 44 anos, foi encontrado morto, em sua residência, no Bairro Santo Antônio em Chapecó. A polícia, que esteve no local, não descartou a possibilidade de que ele tenha sido assassinado, pois foram encontradas manchas de sangue no local. A investigação iniciou nas mãos da Polícia Civil. Em seguida, o caso passou ao Ministério Público, que conseguiu a inclusão da Polícia Federal. O papel da PF é, até agora, determinar a causa da morte de Chiarello. A definição é fundamental, já que segundo Zanini, “primeiro, é preciso definir se o caso se trata de um homicídio ou suicídio, para então tomarmos os próximos passos.” Fonte: Redecom SC

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X