Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 21/07/2024 | 00:45

Joaçaba

Suspensão de voos: vice-prefeito afirma que Prefeitura está fazendo sua parte

Publicado em 22/07/2013 ás17:52

Divulgação/Internet

Foto: Divulgação/Internet

A suspensão dos voos regulares de Joaçaba à Curitiba (PR) anunciada recentemente pela Brava Linhas Aéres, empresa responsável pela linha, tem gerado polêmica em Joaçaba. Muitos atribuem o fato a inércia do poder público em resolver o problema e equipar de uma vez o aeroporto com o aparelho GPS e a Estação de Rádio para que as aeronaves operem em condições climáticas desfavoráveis. Na semana que passou o reitor da Unoesc Aristides Cimadon, disse na rádio Catarinense que o fato está prejudicando a universidade que poderá transferir a reitoria para Chapecó caso não haja um engajamento e a situação seja resolvida em breve, pois a instituição está encontrando dificuldades em trazer professores para os cursos de especialização pela falta de voos.

Por sua vez o vice-prefeito Marcos Weiss, que tem tratado do assunto desde o início do ano, afirma que administração tem feito tudo que está ao alcance para melhorar o aeroporto, no entanto a morosidade se deve aos órgãos federais. “Esperamos 62 dias para a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), liberar a guia para que pudéssemos protocolar o projeto de implantação do GPS e Estação de Rádio”, reclamou. “Tudo que é da competência da prefeitura tem sido religiosamente cumprido, inclusive temos 04 funcionários fazendo o curso de capacitação para operar na Unidade Avançada do Corpo de Bombeiros” disse Weiss ao informar que somente neste ano foram gastos R$ 60 mil com o projeto de analise de aderência da pista e o plano de segurança de todo do aeródromo, exigências da Anac.

O vice-prefeito comentou que já manteve duas conversas com o diretor presidente da Brava Linhas Aéreas, Jorge Barouki, em Porto Alegre (RS), e aguarda uma nova audiência onde juntamente com o diretor de infraestrutura da Acioc Luiz Sérgio Belló, vai solicitar a abertura de voos regulares à Florianópolis, que seria a conexão ideal para Joaçaba. “Tendo esta abertura, vamos conversar com todos os prefeitos e empresários da região para garantir o mínimo de passageiros para os voos, pois não se pode imaginar que uma empresa que visa lucro vá colocar um voo regular se não tiver passageiros’ ponderou Weiss.

De acordo com o vice-prefeito, os recursos na ordem de R$ 700 mil para execução do projeto de implantação do GPS e Estação de Rádio estão garantidos pela Secretaria de Aviação Civil. “É só a Anac aprovar o projeto que começamos a executá-lo”, destacou sem poder estabelecer prazo.

Recursos do governo federal

Joaçaba está contemplada no programa do governo federal de investimentos nos 170 aeroportos do Brasil. No entanto, o valor que será destinado ainda não foi definido, pois depende de levantamento técnico que está sendo executado pela UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) em todos os aeroportos do estado. “Em Joaçaba ainda não realizaram, mas se o levantamento apontar que nosso projeto não tem capacidade de expansão, devemos operar do jeito que estamos operando, mas com a expectativa das melhorias que devem ser aprovadas pela Anac”, concluiu Weiss.

Suspensão do voos regulares

Segundo nota da Companhia Aérea, os voos regulares estão suspensos temporariamente devido a interdição do Aeroporto de Curitiba, por força de obras na pista que acontecerão até o mês de setembro. A suspensão também prejudicou o município de Concórdia que está sem os voos regulares.

 

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X