Menu

Jornalismo (49) 99911-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 01/03/2021 | 16:26

Herval d' Oeste

Vereador critica demora na execução de obras em Herval

Publicado em 17 de Fevereiro de 2021 às11h00

“Isso é um descaso com o dinheiro público e com a população que paga seus impostos gerando renda para o município, e é quem mais enfrenta problemas com estas obras inacabadas”. Esta foi a declaração do vereador do PSDB, Adilson Teixeira (Seco), que apresentou um requerimento na sessão da última segunda-feira (15) pedindo informações do Poder Executivo sobre as obras públicas que estão paralisadas ou em ritmo muito lento de execução.

Seco enumerou algumas obras: a cobertura do abrigo da UPA, onde os pacientes aguardam por atendimento médico ao relento; a pavimentação da Rua Leoberto Leal, na sua segunda etapa, que está há mais de três meses sem movimentação, ou com poucos progressos efetuados.

“Esta obra na Rua Leoberto Leal está sendo executada com recursos federais que estão na conta da Prefeitura desde agosto do ano passado. Foi um pedido da Bancada do PSDB e teve contrapartida do município. Os moradores estão indignados, muitos têm que deixar seus veículos a 30 metros de distância de suas casas, isso é um desrespeito”, apontou.

O vereador citou também a pavimentação da Rua 13 de Maio, que ocorreu de forma muito lenta, e a situação na Francisco Porto Moreira, onde simplesmente a obra não segue. “Ao não finalizarem as obras, as empresas estão criando problemas para a nossa população. Há casos de moradores que não conseguem, por causa de buracos abertos, colocarem seus veículos na garagem, que ficam ao relento e são alvos de roubos e batidas, sem contar o estrago causado pelas chuvas e sol. O pior de tudo isso é que sequer a empresa pediu autorização dos moradores para abrir esses buracos em frente as residências. Quem vai arcar com os danos? É preciso que o Poder Público notifique as empresas contratadas para verificar o porquê da dificuldade e demora para a conclusão dessas obras. Tem também que rever o tempo hábil para a execução, diminuir este período, pois o prazo dado, três meses, é muito grande”.

O vereador afirma que o requerimento visa garantir o cumprimento do exercício constitucional de fiscalização, no sentido de prestar contas à população do município.

Fonte: Joce Pereira/Assessoria de Imprensa

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
X Caco da Rosa