Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 22/01/2022 | 23:25

Região

Três são condenados pela morte de jovem em Capinzal

Publicado em 04 de Dezembro de 2021 às10h30

Rádio Capinzal/Divulgação

Foto: Rádio Capinzal/Divulgação

Depois de quase 19 horas de julgamento, os três homens denunciados pelo Ministério Público pela morte de Cristiano da Silva Ribeiro (26 anos) foram condenados pelo Tribunal do Júri da Comarca de Capinzal por homicídio praticado por motivo fútil.

O julgamento iniciou pouco depois das 8h30 da sexta-feira (03) no plenário da Câmara de Vereadores e encerrou por volta das 3h24 deste sábado (04) com a leitura da sentença feita pela juíza Mônica Fracari. As penas somadas de pai, filho e sobrinho chegam a 38 anos.

Márcio dos Santos foi condenado a pena de 12 anos de reclusão, Guilherme de Lima Franco dos Santos a 14 anos e Lucas Mateus dos Santos da Silva a 12 anos, todos no regime inicial fechado. Além disso, foi fixado o pagamento de R$ 30 mil a título de indenização por danos morais aos pais da vítima.

A promotora, Francieli Fiorin, avalia que o resultado ficou dentro do esperado e aproveitou para enaltecer a atuação dos jurados.  “A sociedade ganha com esse tipo de resposta, pois a punição não apenas reprime o crime, ela dá exemplo. A gente passa uma mensagem que esse tipo de conduta tão grave e covarde como aconteceu, não é tolerável em nossa comarca”, destacou.

O advogado Valdir Mendes defendeu a tese de legítima defesa e afirmou que nenhum dos três acusados teria sido o responsável por tirar a vida da vítima, e sim, uma quarta pessoa. O defensor confirmou que irá recorrer da decisão no Tribunal de Justiça para anular o julgamento. 

Rádio Capinzal/Divulgação

O Crime

Conforme a denúncia do Ministério Público, o crime, registrado no dia 02 de janeiro deste ano no Loteamento Maximiliano Toaldo, teria sido motivado após uma desavença antiga entre a vítima e outro homem. Cristiano, que residia na Vila Sete de Julho, foi emboscado e ferido nas pernas por disparos de arma de fogo e com objeto perfurocortante no pescoço.

À época, a polícia informou que momentos antes do assassinato, aconteceu uma briga entre a vítima e outro rapaz, seu desafeto. Na confusão, dois ficaram feridos. Logo após, Cristiano teria empreendido fuga e, conforme apurado, ele foi perseguido pelos três suspeitos até a Rua Devino Fracasso onde ocorreu o crime.

Fonte: Rádio Capinzal

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X