Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 29/06/2022 | 19:15

Saúde

Deputado diz que falta de leitos de UTI em Santa Catarina é histórica

Publicado em 22 de Junho de 2022 às11h00

Vicente Schmitt/Agência AL

Foto: Vicente Schmitt/Agência AL

Durante a audiência pública promovida pela Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, na manhã da terça-feira (21), que tratou sobre a falta de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) pediátricas e neonatal em Santa Catarina, o deputado Neodi Saretta apontou que há anos vem alertando e também cobrando o Estado sobre a abertura de mais leitos. Ele, inclusive, relembrou os pedidos feitos ao Estado para que os leitos UTI abertos durante a pandemia fossem mantidos para atender a demanda. “Era necessário que os leitos utilizados para o enfrentamento da Covid ficassem credenciados em face da necessidade que o Estado tem em todas as áreas, principalmente sobre os leitos pediátricos e UTI neonatal. Há defasagem em todas as regiões do Estado e há locais que não tem nenhum leito, como no Meio-Oeste, em cidades como Joaçaba, Videira e Caçador que não têm UTI neonatal e usam as de Concórdia e Curitibanos”, argumentou.

Durante a reunião, que contou com parlamentares, Secretaria de Estado da Saúde e entidades médicas, ficou clara a necessidade de mais agilidade na abertura dos novos leitos anunciados pelo Estado. “Dos 82 leitos de UTI anunciados, apenas 14 foram implantados, por isso o Estado precisa agilizar a abertura desses leitos. Além disso, é fundamental que os mesmo sejam mantidos, já que a falta de leitos de UTI é histórica em Santa Catarina”, disse Saretta que também é presidente da Comissão de Saúde.

Outra questão apontada é a necessidade de alteração do parâmetro do Ministério da Saúde, que é utilizado em Santa Catarina, determinando dois leitos de UTI para cada mil nascidos vivos. “Santa Catarina não pode se basear neste parâmetro antigo e defasado, inclusive a própria Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda que são necessários quatro leitos de UTI, então temos uma defasagem grande e isso precisa ser mudado”, apontou Saretta, ao afirmar que vai continuar cobrado para que Santa Catarina tenha mais leitos de UTI em todas as regiões do estado.

Fonte: Assessoria de Imprensa/deputado Neodi Saretta

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
X