Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 17/10/2021 | 00:16

Joaçaba

Gaeco analisa documentos na Prefeitura de Joaçaba

Publicado em 28 de Novembro de 2013 às17h50

Agentes analisaram documentos durante toda a tarde

Foto: Agentes analisaram documentos durante toda a tarde

Integrantes do Gaeco (Grupo de Atuação e Repressão ao Crime Organizado do MPSC) estiveram na Prefeitura de Joaçaba na tarde desta quinta-feira (28) verificando documentos. O procedimento faz parte da "Operação Fundo do Poço" que tem como objetivo prender servidores públicos municipais e empresários do ramo de perfuração de poços artesianos envolvidos em um suposto esquema de formação de quadrilha, fraudes em licitações e crimes contra a administração pública.

O promotor de Justiça do Centro da Moralidade Administrativa Florianópolis, Samuel Naspolini, que está no comando da operação no município, não concedeu entrevista afirmando que as informações estão centralizadas na Capital do Estado e serão divulgadas em breve. No entanto, falou à imprensa que em Joaçaba, além dos documentos analisados, algumas pessoas foram ouvidas.  De acordo com ele, os nomes não serão divulgados para não atrapalhar as investigações.

Na manhã festa quinta-feira o prefeito de Erval Velho, Walter Kleber Kucher Junior, foi conduzido para prestar depoimento sobre as licitações no período que respondia como secretário de administração no governo anterior.

Ao todo, foram expedidos pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina 20 mandados de prisão temporária e 48 de busca e apreensão nos municípios das regiões serrana, meio-oeste e oeste catarinense.

Nota Oficial da Prefeitura

A Gerência de Comunicação Social da Prefeitura de Joaçaba, relacionado a ação de Operação do Gaeco nesta quinta-feira, 28 de novembro de 2013 no prédio da Prefeitura Municipal comunica:

  1. A administração de Joaçaba, recebeu os profissionais e agentes do Gaeco e deu total suporte aos pedidos realizados, tais como entre de documentos e demais informações solicitadas;
  2. Que a postura de total colaboração durante as investigações será adotada, não apenas no dia de hoje como durante toda a ivestigação;
  3. É importante reforçar que a operação não acontece de forma isolada no município de Joaçaba se estendendo a outras cidades de Santa Catarina e Paraná;
  4. Por fim, a administração informa que irá acompanhar a atuação do Gaeco e assim que as investigações forem finalizadas tomará todas as medidas necessárias e que demais informações não serão dadas para colaborar com a finalização das investigações.  

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X Caco da Rosa