Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 14/04/2024 | 04:25

Carnaval

Pesquisa aponta que 97% dos turistas vão retornar para o Carnaval 2015

Publicado em 20/03/2014 ás14:56

Rainha do Carnaval Andressa Luiza de Oliveira (Foto: Tiago Rafael)

Foto: Rainha do Carnaval Andressa Luiza de Oliveira (Foto: Tiago Rafael)

Após uma análise criteriosa da pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) sobre o carnaval 2014 e com uma comparação exaustiva dos dados da mesma avaliação efetuada em 2013 a diretoria da Liga Independente das Escolas de Samba de Joaçaba e Herval d´Oeste (LIESJHO) chegou a algumas conclusões.

A primeira delas é quanto o perfil do público que esteve em Joaçaba nesse ano para a festa de momo. Em sua grande maioria composto por jovens de 18 a 25 anos de idade (49,9%) e maioria homens (68,4%) e que estavam em três faixas de ocupação profissional assalariado (28,9%), autônomo (20,4%) e estudante (21,3%) com renda média entre R$ 1.418,00 a R$ 3.763,00 (42%). A grande maioria era de solteiros (67,6%) e não veio através de agências de viagem (97,8%). A média dos grupos era de 5 pessoas e assim como no ano anterior composto por amigos. 28,8% eram turistas de fora de Santa Catarina. Dos 71,2% de catarinenses, 40,7% eram de fora da microrregião.

Uma das maiores diferenças apontadas pela pesquisa se comparada ao ano anterior é a forma de hospedagem. Em 2013, 40% ficou em hotel, sendo que 35,2% ficou em casa de amigos e parentes. Nesse ano 51,2% ficaram na casa de amigos e parentes, 22,1% em hotéis e pousadas (quase metade do ano anterior), 3,5% em casas alugadas, 3,3% em casa própria, 0,8% em casas de família com pouso e café e 19,1% em estadias alternativas, como trailers, os próprios barracões das escolas de samba e outros – um dado que segue a tendência estadual através do comparativo com as outras cidades pesquisadas como Laguna, São Francisco do Sul e Florianópolis.

De todas as cidades pesquisadas, Joaçaba foi a que o turista mais se envolveu com as atividades do carnaval. Vale a comparação: em 2013, 33,48% afirmaram não participar de nenhuma atividade. Nesse ano apenas 11,2%. Outro dado interessante é que no ano anterior apenas 14,78% afirmaram participar do desfile de escolas de samba – nesse ano esse número subiu consideravelmente para 38,7%, sendo que o Carnaval de Blocos manteve a média na casa dos 34,1%. Quase 15% participaram dos dois eventos.

Os turistas apontaram na pesquisa que Joaçaba melhorou suas informações e sinalizações turísticas. A grande maioria considerou bom o atendimento na área de serviços e comércio, assim como a limpeza urbana. 24% dos turistas que estiveram em Joaçaba conheceram o evento pela primeira vez, sendo que 97% dos entrevistados pretende voltar no próximo ano. Índice igual ao de São Francisco do Sul. As duas maiores médias de satisfação. 99,2% dos turistas que estiveram no município afirmaram que vão recomendar o evento para amigos e parentes.

Já para o setor do comércio, 76 entrevistados em Joaçaba – entre donos de hotéis, bares, vestuários, supermercados, farmácias e restaurantes – apenas 5,3% contrataram colaboradores extras, mesmo assim a média foi maior que em 2013. A avaliação do movimento obteve índice de 32% como péssimo, com 29% de bom e 4% de muito bom. De todas as cidades os comerciantes de Joaçaba foram os que obtiveram pior índice no item “atrair o consumidor/ou fazer publicidade” – 62%, uma média parecida com a de São Francisco do Sul – 60%. Em Joaçaba apenas 18% aplicaram desconto, 13% divulgaram na internet, 18% em jornais e flyers, 5% em rádio e televisão e apenas 8% realizaram divulgação relacionada ao carnaval. Numa comparação, 35% do comércio de Florianópolis aplicaram descontos nos produtos. Já no comércio de Laguna 55% dos estabelecimentos realizaram ações publicitárias, 20% aplicou descontos nas mercadorias, 22% divulgaram produtos na internet e 20% investiram em TV ou rádio e 16% em jornais ou materiais impressos. 

A média de gastos nesse ano do turista ficou em R$ 123,23 – R$ 22,20 centavos abaixo de 2013 – a menor média de variação de faturamento em relação ao carnaval anterior de todas as cidades pesquisadas. Fato que chama a atenção é que apesar dessa redução os turistas ficaram mais tempo hospedados nos hotéis da cidade – de 3,5 em 2013 para 5,5 em 2014. Levando em conta o tempo de permanência no hotel a média de gasto por cliente apontada pela pesquisa chegou a R$ 799,17 em Joaçaba – a maior do estado.

A conclusão final é que a variação para o setor hoteleiro em todo o estado foi à mesma. Retração em relação ao evento anterior, mas aumento em relação aos demais meses do ano. Em Joaçaba com aumento de 6,7%. “A pesquisa é clara. Aumentamos consideravelmente o nosso público do Desfile de Escolas de Samba em 23,92%. A maioria dos nossos turistas optou nesse ano pela hospedagem alternativa o que ocasionou a retração de gastos, mas isso se deu aqui e em todas as outras cidades. Em Florianópolis, capital do estado, a queda nos hotéis foi de 17,2%.  É preciso verificar o porque disso. Que tipo de hospedagem atrai o turista de acordo com o perfil de quem está vindo à cidade? A maioria dos que aqui estiveram são turistas de outras regiões, se somarmos os que vieram de outros estados e os que estiveram aqui de outras localizações além do meio-oeste catarinense alcançamos quase 70%. Em 2014 tivemos pessoas em Joaçaba das cinco regiões do Brasil. Melhoramos o nosso índice de atrativos culturais e isso com certeza se deve a uma programação diferenciada no sábado e no domingo a tarde com a Feira Cultural, no domingo a tarde com o Carnaval Infantil e no domingo a noite com o Desfile de Blocos. Entre ótimo e bom atingimos 81%, aumentando em 7% a pontuação. Outra melhoria significativa foi em relação a sinalização turística, entre bom e ótimo em 2013 tivemos 61%, esse ano subimos para 77% - uma melhoria de 16% assim como informações turísticas que em 2013 estava com 38% entre ótimo e bom e esse ano chegou a 49% - 11 pontos acima. Temos muito o que melhorar ainda, dialogar ainda mais com os nossos comerciantes, fomentar uma campanha para o comércio em conjunto com a CDL, promover ações para esse turista que veio em 2014 em maior número e para estes 97% que afirmaram que voltam em 2015 e ainda indica para os amigos, que consumam no nosso mercado. O turista apontou problemas com a divulgação turística da cidade, com o que Joaçaba tem a oferecer. Isso deve ser explorado. Temos o Frei Bruno, um monumento único. A escola Aliança possui um Memorial do Carnaval. Muitos outros projetos podem e devem ser fomentados. Estamos abertos ao diálogo. Assim como conversamos com os representantes da Igreja Católica quanto ao Carnafolia e com as mudanças obtivemos sucesso considerável. Acabamos com o problema do mal cheiro, isolamos a área e ainda fomentamos evento nas dependências do pavilhão. O que não podemos é olhar o evento sem ver a sua grandiosidade. Precisamos todos aprender a trabalhar o mesmo, garantindo que esse destaque de Joaçaba permaneça ano após ano”, destacou Sérgio de Giacometti, presidente da Liesjho.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X