Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 19/05/2024 | 17:25

Região

Mulher que matou marido queimado em Ipira vai a júri popular

Publicado em 14/04/2014 ás09:00

A Justiça da Comarca de Capinzal julgou admissível a denúncia e vai levar a júri popular a ré Solange Stein Danebrock. Ela responde a um processo por homicídio qualificado praticado contra o ex-marido, Altair Carlos Dannebrock. O crime aconteceu na cidade de Ipira, em Linha Progresso, no dia 29 de agosto de 2012.

Cansada das ameaças e das agressões, a agricultora de 33 anos colocou sonífero na comida do marido, esperou ele dormir e depois ateou fogo na casa. O homem morreu carbonizado.

Solange contou em seu depoimento que durante o jantar colocou três comprimidos de calmante na comida do marido. Esperou o companheiro dormir, despejou gasolina por toda a casa, inclusive na cama onde ele dormia, e em seguida, ateou fogo. As chamas consumiram rapidamente a residência de madeira. O marido ainda teria se acordado, corrido atrás da esposa, mas ela trancou a porta e ele morreu carbonizado.

Na semana passada, a Justiça determinou que Solange deva ser submetida a julgamento através do tribunal popular do júri por homicídio duplamente qualificado, sendo por emprego de fogo e utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Ela ainda teve concedido o direito de recorrer da decisão em liberdade e somente após o prazo do recurso é que será marcada a data do julgamento.

Fonte: Rádio Atual

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X