Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 23/07/2024 | 08:09

Luto

Morre candidato Eduardo Campos em acidente de avião

Publicado em 13/08/2014 ás12:45

Reprodução internet

Foto: Reprodução internet

O candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos, morreu aos 49 anos em um acidente de avião por volta das 10h desta quarta-feira (13) em Santos (72 km de São Paulo). A aeronave modelo Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, vinha do Rio de Janeiro e tinha sete pessoas a bordo. O Corpo de Bombeiros confirmou que não há sobreviventes. 

De acordo com a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), morreram, além de Campos, os pilotos Geraldo Cunha e Marcos Martins, o assessor de imprensa Carlos Augusto Leal Filho, o fotógrafo Alexandre Severo Gomes e Silva, o cinegrafista Marcelo Lira e ainda o ex-deputado federal Pedro Valadares Neto. 

A candidata a vice, Marina Silva, não estava na aeronave. A ex-ministra do Meio Ambiente embarcaria com Campos no Rio, mas acabou viajando para São Paulo com assessores em um avião de carreira. Mais tarde, em pronunciamento à imprensa, ela se mostrou bastante emocionada e lamentou a morte do companheiro de chapa. "Durante dez meses de convivência, aprendi a respeitá-lo, a admirá-lo e a confiar em suas atitudes e ideais de vida", afirmou. De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o PSB tem dez dias para indicar o novo candidato a presidente.

Chovia e ventava no momento do acidente. O avião caiu entre as ruas Alexandre Herculano e Vahia de Abreu, no bairro do Boqueirão, na zona leste de Santos. Segundo informações da Santa Casa da Misericórdia de Santos, seis pessoas da região atingida pela aeronave foram encaminhadas a hospitais com ferimentos leves.

O capitão Marcos Palumbo afirmou à GloboNews que oito casas foram atingidas e duas delas correm risco de desabar. As equipes buscam os corpos e a caixa-preta da aeronave. De acordo com o bombeiro, o reconhecimento dos corpos deverá ser feito através de exames de DNA. 

Eduardo Campos morre em acidente de avião em Santos (SP)

Do UOL, em São Paulo

13/08/201412h42 > Atualizada 13/08/201417h55

Compartilhe24516,5 mil

Imprimir Comunicar erro

  • Alan Marques/ Folhapress

    Eduardo Campos, 49, era ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência

O candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos, morreu aos 49 anos em um acidente de avião por volta das 10h desta quarta-feira (13) em Santos (72 km de São Paulo). A aeronave modelo Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, vinha do Rio de Janeiro e tinha sete pessoas a bordo. O Corpo de Bombeiros confirmou que não há sobreviventes. 

De acordo com a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), morreram, além de Campos, os pilotos Geraldo Cunha e Marcos Martins, o assessor de imprensa Carlos Augusto Leal Filho, o fotógrafo Alexandre Severo Gomes e Silva, o cinegrafista Marcelo Lira e ainda o ex-deputado federal Pedro Valadares Neto. 

candidata a vice, Marina Silva, não estava na aeronave. A ex-ministra do Meio Ambiente embarcaria com Campos no Rio, mas acabou viajando para São Paulo com assessores em um avião de carreira. Mais tarde, em pronunciamento à imprensa, ela se mostrou bastante emocionada e lamentou a morte do companheiro de chapa. "Durante dez meses de convivência, aprendi a respeitá-lo, a admirá-lo e a confiar em suas atitudes e ideais de vida", afirmou. De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o PSB tem dez dias para indicar o novo candidato a presidente.

 

 

Chovia e ventava no momento do acidente. O avião caiu entre as ruas Alexandre Herculano e Vahia de Abreu, no bairro do Boqueirão, na zona leste de Santos. Segundo informações da Santa Casa da Misericórdia de Santos, seis pessoas da região atingida pela aeronave foram encaminhadas a hospitais com ferimentos leves.

O capitão Marcos Palumbo afirmou à GloboNews que oito casas foram atingidas e duas delas correm risco de desabar. As equipes buscam os corpos e a caixa-preta da aeronave. De acordo com o bombeiro, o reconhecimento dos corpos deverá ser feito através de exames de DNA.

Terceiro colocado nas pesquisas de intenção de voto, Campos, ex-governador de Pernambuco, tinha compromissos de campanha no litoral paulista nesta quarta. À tarde, ele participaria do Fórum Internacional para a Expansão do Porto de Santos.

O avião decolou às 9h do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e pousaria na Base Aérea de Santos, no Guarujá (86 km de São Paulo). No Rio, o candidato concedeu entrevistas à TV Globo e à GloboNews na noite de ontem. 

Segundo a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), a aeronave pertence à AF Andrade Empreendimentos e Participações Ltda. e estava com a documentação e a manutenção em dia.

"Quando se preparava para pouso, o avião arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave. A Aeronáutica já iniciou as investigações para apurar os fatores que possam ter contribuído para o acidente", diz em nota o brigadeiro do ar Pedro Luís Farcic, chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica.

A presidente Dilma Rousseff (PT) decretou luto oficial de três dias no país e suspendeu as atividades da campanha eleitoral. Em pronunciamento na TV NBR, Dilma relembrou seu encontro com Campos no enterro do escritor Ariano Suassuna e destacou sua relação afetuosa com o candidato. "O Brasil perde uma jovem liderança com um futuro promissor", afirmou. O candidato do PSDB, Aécio Neves, também cancelou compromissos de campanha. A petista, o tucano e outros políticos lamentaram a morte de Campos. 

Antonio Campos, irmão do candidato, disse à GloboNews que o ex-governador de Pernambuco será enterrado no cemitério de Santo Amaro, no Recife. A presidente Dilma Rousseff já afirmou que irá ao enterro.

Veja na galeria abaixo fotos do acidente (G1):

Fonte: UOL

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X