Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 16/09/2021 | 19:37

Herval d' Oeste

Procon e operadora Oi discutem problemas na telefonia em Herval

Publicado em 16 de Outubro de 2014 às14h30

Município está disposto a oferecer espaços para instalação de antenas

Foto: Município está disposto a oferecer espaços para instalação de antenas

Cerca de 40 moradores das comunidades de Serra Alta, Sede Belém, Barreiros e outras localidades do município participaram do encontro promovido pelo Procon e Prefeitura de Herval d’Oeste na tarde desta quarta-feira (15), para discutir os problemas de telefonia com a representante da operadora Oi S.A.

Juciara Tripodi Vaz expôs algumas dificuldades que a empresa encontra na prestação de alguns serviços e ainda respondeu solicitações. “O que buscamos neste encontro é achar soluções, levarei os apontamentos da comunidade à diretoria da empresa e trataremos cada caso individualmente, repassando ao Procon os encaminhamentos”, se comprometeu a representante.

No encontro que aconteceu no Clube da Comunidade de Sede Belém, moradores relataram que ficam de 15 dias a dois meses sem resposta das solicitações feitas pelo Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC). E ainda que cabos estão sendo roubados por elementos que vendem o cobre contido na fiação. Juciara enfatizou que técnicos da Oi, usam uniformes e carros caracterizados ou, a serviço da empresa, e que qualquer atitude suspeita deve ser comunicada a Polícia Militar, pelo número 190.

“Os problemas levantados serão solucionados, como é o caso da manutenção de rede e o funcionamento dos telefones. Neste ano encontramos dificuldades com a greve realizada pela prestadora de serviço e ainda as condições climáticas. Outro entrave é a falta de mão de obra, temos vagas para técnicos e não temos pessoal capacitado para ocupar estes postos de emprego, que faltam na região”, justificou Jaciara.

Alguns moradores reclamaram que estão há 90 dias sem conseguir usar o telefone. “Em 30 anos que possuímos as linhas telefônicas, nunca tivemos esses problemas. O valor é cobrado mensalmente, mas não conseguimos utilizar os serviços”, disse o morador e empresário de Sede Belém, Jacir Brandalise. “Estamos indignados e todos contabilizam prejuízos. Quem atualmente fica sem telefone e internet? É tamanha insatisfação que contratei internet via rádio para minha empresa”, disse o empresário.

Quanto ao serviço de telefonia móvel, a representante da Oi S.A informou que a TIM foi a vencedora do leilão realizado pela Anatel para explorar o serviço 4G na área 49.

Para Kátia Giacomelli Hack, responsável pelo Procon de Herval d’ Oeste, a reunião foi esclarecedora e é a primeira ação desta natureza no Meio Oeste.  “A empresa pode ouvir dos moradores a atual situação dos serviços que disponibiliza e buscará soluções de problemas que atingem os consumidores de seus serviços na localidade”, disse. “A intenção do Procon é essa, de buscar a solução. Neste caso os usuários estão pagando por um serviço que não estão usufruindo”, explicou.  “Pretendemos estender esta ação a outras empresas do setor que prestam serviços no município”, antecipou Kátia ao afirmar que cerca de 80% das reclamações diárias estão relacionadas a telefonia fixa e móvel.

“Para solucionar o problema na cobertura do serviço, o município está disposto a oferecer alternativa e espaços para instalação de antenas, agora aguardamos os encaminhamentos da operadora”, conclui Kátia que acompanhará o andamento dos atendimentos.

Fonte: Assessoria/Paula Patussi

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Droga Raia

Av. XV de Novembro, 263 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-9356

Droga Raia
X