Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 01/03/2024 | 11:42

Estado

Operação Veraneio vai envolver 8,4 mil profissionais da Segurança

Publicado em 05/12/2014 ás09:00

James Tavares/Secom

Foto: James Tavares/Secom

Para garantir a segurança do cidadão catarinense e dos turistas que visitam o litoral e balneários de Santa Catarina durante a temporada de verão o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), lançou a Operação Veraneio 2014/2015 - a ser iniciada oficialmente no dia 13 de dezembro em todo o Estado. A cerimônia foi realizada na Avenida Beira-Mar Continental, com a presença de autoridades, nesta quinta-feira, 4.

A SSP projeta um investimento de R$ 26,5 milhões, recursos que serão usados no pagamento de diárias para os policiais transferidos de sua base para o Litoral, na contratação dos guardas-vidas civis e na alimentação. Nesta temporada serão empregados 8,4 mil profissionais da Segurança Pública. Cada Instituição envolvida na operação organizou seu cronograma de trabalho.

O secretário da SSP, César Grubba, informou que em termos de logística operacional, a Operação está ainda melhor instrumentalizada. “Estamos com muitos equipamentos, viaturas e tecnologias, investimentos do Pacto Por Santa Catarina”.

Para o pronto-atendimento serão disponibilizados 1.680 viaturas, 2 aviões e 4 helicópteros, 53 embarcações, 48 quadriciclos, dezenas de bases operacionais e centros de comando móvel, milhares de câmeras de segurança e outros. “Estamos prontos para a missão e certos de que ela será concluída com o mesmo êxito repetido há tantas décadas. Nosso propósito é entregar a sociedade catarinense e aos nossos visitantes os melhores recursos de que dispomos, para que tenham uma experiência de valor marcante e positiva”, acrescentou Grubba.

O secretário de Turismo, Cultura e Esporte, Filipe Mello, disse que Santa Catarina recebe cerca de 5 milhões de turistas de dezembro até o carnaval, e para esta temporada a expectativa é de um aumento de 15% no número de visitantes. “O trabalho e a dedicação das forças de segurança efetivamente farão com que os catarinenses e visitantes se sintam seguros e tranquilos no nosso Estado.”

Como vai funcionar
Na Polícia Militar, a operação terá início dia 13 de dezembro e vai até 1º de março. A Polícia Civil inicia os trabalhos em 20 de dezembro e vai até 15 de março. E Corpo de Bombeiros Militar, que já atua com reforço no Litoral desde 1º de outubro, segue até 1º de março e em operação até 3 de maio, na pós-temporada.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel BM Marcos Oliveira, disse que a ação vai abranger mais de 455 quilômetros de extensão de áreas de banho divididos em 157 praias e balneários de 37 municípios do Estado. Serão mobilizados cerca de 1,2 mil guarda-vidas civis e 400 guarda-vidas militares, distribuídos em mais de 280 postos de observação espalhados pelo litoral e interior. Neste ano, a novidade fica por conta da implantação do serviço no município de Itapiranga, no Extremo-Oeste, e Joinville e da capacitação de guarda-vidas para orientação ao turista.

A PM vai atuar com reforço em 35 balneários, 22 estâncias hidrominerais e montará uma central de operações no portal de entrada de Santa Catarina, em Dionísio Cerqueira. A corporação irá utilizar um efetivo de 5.244 policiais no Litoral. A PM pretende trabalhar em um esquema preventivo, montando barreiras nos acessos aos principais balneários e controlando as ocorrências de perturbação de sossego e da ordem pública.

A Polícia Civil contará com 105 servidores fluentes em espanhol e 15 no inglês para melhor atender os turistas. Também haverá o constante apoio da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), da Coordenadoria de Operações Policiais Especiais (COPE), do Serviço Aeropolicial (SAER), das Delegacias Especializadas, da Academia de Polícia Civil (Acadepol) e da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil. O Instituto Geral de Perícias (IGP) terá um efetivo de 70 profissionais, entre técnicos e peritos.

Pelo terceiro ano consecutivo um Protocolo de Intenções, celebrado entre a SSP e o Ministério da Secretaria de Governo da Província de Missiones, garantirá a atuação de um policial da Argentina para mediar situações que envolvam cidadãos argentinos em férias no litoral catarinense.

A exemplo de anos anteriores, a Operação Veraneio 2014/2015 foi dividida em três etapas para facilitar o deslocamento do efetivo policial que irá atuar como apoio nas cidades sedes da operação. 

Mudanças
Nesta temporada os locais serão sinalizados com bandeiras maiores, com a utilização mais efetiva da bandeira verde indicando os pontos com baixo risco de afogamento. Não há mais inscrições na bandeira como “mar perigoso” ou “mar bom”, como nas outras edições. A bandeira triangular de mar perigoso servirá para indicação de locais de alto risco junto a placas informativas. Já a preta indica um posto desativado.

“A ideia é melhorar a sinalização para que as pessoas saibam onde estão os locais de risco, para que tenhamos um verão mais seguro”, destacou o coronel BM Marcos Oliveira.

Corpo de Bombeiros na Operação Veraneio 
Considerada a maior operação programada do Corpo de Bombeiros Militar, a Operação Veraneio consiste na oferta do serviço de Salvamento Aquático especializado em praias e balneários catarinenses durante o período de temporada. Os postos de guarda-vidas foram ativados de forma gradativa em todas as regiões –conforme a demanda de banhistas – no período denominado pré-temporada. Desde a primeira quinzena de outubro as principais praias do Litoral já contam com o serviço de monitoramento aos fins de semana e feriados. A atividade de Salvamento Aquático é desenvolvida pelo CBMSC desde a década de 1960.

Fonte: Assessoria

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X