Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 23/04/2024 | 14:42

Polícia

Polícia Civil prende estelionatários que aplicavam golpes na região

Publicado em 27/02/2013 ás08:26

Apó s investigações, a DIC - Divisão de Investigação Criminal - da Polícia Civil de Caçador identificou e deu cumprimento aos mandados de prisão Preventiva em Caxias do Sul (RS) aos três estelionatários que aplicavam golpes na região do meio-oeste: Sady Plauth, Patricia Ingles da Silva e Zenilde Alves de Oliveira. Desde agosto do ano passado, a equipe da DIC tinha levantado como funcionava o esquema criminoso. Patricia, que utilizava um RG falso em nome de sua prima Vanessa Ingles da Silva, havia aberto várias contas em bancos na região do meio-oeste e utilizando das cártulas e cartões de créditos realizava diversas compras em lojas de Caçador, Videira, Lebon Régis, Santa Cecília. A mãe dela, Zenilde, era quem pegava as mercadorias compradas via correio. Já Plauth foi identificado como o homem que falsificava os documentos que eram utilizados nas aberturas de contas. Ele se identificava como Alaor dos Santos e acompanhava Patricia quando os golpes eram realizados. Os Policiais Civis catarinenses levantaram que Plauth havia forjado sua própria morte como forma de permanecer em anonimato. Ele já havia sido preso pela Polícia Federal em investigações realizadas para apurar crimes de pedofilia – visto que tinha produzido mais de 50 filmes pornográficos na década de 70 e 80, utilizando menores de idade em alguns deles. A prisão Através do contato da DIC e do apoio da Inteligência da Polícia Civil (DIPC), informando que os estelionatários estariam escondidos em Caxias do Sul, Plauth e Patricia foram abordados pela PRF na cidade gaúcha. Plauth mais uma vez tentou se passar por Alaor dos Santos. Em revista no interior do veículo foram localizados diversos cheques roubados e furtados, o que resultou na prisão em flagrante, por receptação e uso de documento falso. Ainda nesta semana os policiais da DIC de Caçador irão recambiar os presos, que, após os procedimentos, serão encaminhados ao presídio de Caçador. Conforme apontaram as investigações realizadas pela DIC de Caçador, acredita-se que possa haver muito mais vítimas no em Santa Catarina, pois os investigados passaram por diversas cidades Catarinenses como Balneário Camboriú, Itapema, Campos Novos, Pomerode e Concórdia.
Fonte: caco da rosa

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X