Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 13/07/2024 | 02:19

Região

“O que vimos aqui foi assustador", diz governador em Xanxerê

Publicado em 22/04/2015 ás08:45

Janaína Mônego/SDR Xanxerê

Foto: Janaína Mônego/SDR Xanxerê

O governador Raimundo Colombo esteve na terça-feira, 21, em Xanxerê, no Oeste do Estado, acompanhando os trabalhos de atendimento aos atingidos pelo fenômeno climático atingiu o município na segunda-feira, 20. “O que vimos aqui foi assustador. Incrível o que a força da natureza fez. Montamos uma força tarefa com Exército, Polícia Militar, Bombeiros e Defesa Civil para ajudar na desobstrução das vias e recolhimento de entulhos. Uma equipe também faz o levantamento dos prejuízos paralelamente aos serviços de auxílio à população”, afirma Colombo. O secretário-adjunto de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, e presidente da Celesc, Cleverson Siewert, acompanham o governador.

Até o momento, são 2,5 mil residências e cerca de 10 mil pessoas atingidas, sendo registrados dois óbitos e 120 feridos. Por volta das 14h, 65 mil unidades consumidoras ainda estavam sem luz em 19 municípios da região. Em Chapecó, a energia já foi reestabelecida. “Para se ter uma ideia do tamanho do estrado, em 60 anos de atendimento da Celesc, nunca houve um registro tão grave como o de ontem”, comentou Colombo.

Durante a tarde o governador sobrevoou a região e recebeu o ministro da Integração Nacional, Gilberto Magalhães Occhi. “Conversei com a presidente Dilma Rousseff e ela informou que o ministro da Integração Nacional virá a Santa Catarina para ajudar e mais homens do Exército devem chegar ao Estado. Daremos todo o apoio necessário à população atingida. Neste momento, temos que trabalhar na proteção dos moradores, fazer levantamentos e já pensar na reconstrução”, concluiu.

A Defesa Civil ainda trabalha no levantamento de desalojados e organiza ações de atendimento emergencial. Três coordenadores regionais do órgão estão na cidade e contam com o apoio de centenas de profissionais que compões o Grupo de Ações Coordenadas (Grac). Houve solicitação de um grupo técnico em engenharia do Exército, que deve começar trabalhar em breve no município.

A Defesa Civil já destinou cerca de 30 rolos de lonas para Xanxerê, 570 kits de acomodação, 630 colchões e 300 cestas básicas. A prefeitura de Jaraguá do Sul doou mais 500 colchões e mil cobertores, recebidos em eventos anteriores e que, agora, serão destinados às vítimas do Oeste.

A Assistência Social de Xanxerê está atendendo os atingidos no Parque de Exposições Rovilho Bortoluzzi (Femi). Nesse local, as pessoas também podem fazer doações de roupas, alimentos, cobertores etc. 

Ponte Serrada

Ponte Serrada também foi bastante atingida. Houve danos em residências em sete bairros, principalmente no Industrial e Cohab. A Defesa Civil estima que cerca de 200 residências sofreram algum tipo de dano, sendo que a maioria dos casos era de destelhamento. O Corpo de Bombeiros socorreu oito pessoas com ferimentos leves. Desde a manhã desta terça, os bombeiros estão trabalhando na desobstrução das vias, corte de árvores e auxiliando a comunidade. 

Fonte: Assessoria

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Herval (Joaçaba)

Av. XV de Novembro, 278, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1902

Farmácia Herval (Joaçaba)
X