Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 25/02/2024 | 15:19

Herval d' Oeste

ASSAJHOL vai pedir à Câmara que reconsidere redução de vereadores

Publicado em 17/06/2015 ás15:00

Reprodução

Foto: Reprodução

O empresário Djalma Hack, que faz parte da ASSAJHOL (Associação dos Amigos de Joaçaba e Herval d´Oeste), manifestou sua indignação, em entrevista a Rádio Nova Líder, sobre a manutenção dos onze vereadores para a próxima Legislatura em Herval d´Oeste.

De acordo com ele, os quatro vereadores que se abstiveram (Adelar Provenci, Jean Patrick Giusti, Jucemar Katchor e Osni Silveira de Ávila), votaram contra o povo. “Abstenção é ficar em cima do muro e se esconder. Tem que ser sim ou não”, disparou ao mencionar que a abstenção seria até compreensível se o vereador temesse que a matéria fosse inconstitucional, mesmo assim teria a prerrogativa de estudar melhor o projeto.

Para Djalma, a Câmara foi na contramão do que esperava a população que os elegeu. “Nove vereadores é um bom número, e outra coisa, acho que vereador não deveria nem ser remunerado, deveria ganhar apenas uma ajuda de custo para suas despesas, do contrário vira uma profissão”, disse ao reafirmar que a ASSAJHOL é veementemente contra a manutenção de onze vereadores.

“O Poder Legislativo de Herval d´Oeste está um pouco perdido em suas ações, está na hora de uma boa reflexão de qual é o verdadeiro papel deles, inclusive falei para um vereador que eles tinham uma grande oportunidade de mudar essa história, mas infelizmente ele não me ouviu, e foi um dos que se absteve”, revelou Djalma.

O empresário demonstrou preocupação com o cenário econômico atual, prevendo um agravante da crise que afetará ainda mais os municípios. “A partir do momento que as empresas começam a recolher menos impostos, isso reflete lá na frente. É hora do Poder Público tomar ações duras de redução de despesas e corte de cargos de apadrinhados políticos. A Câmara poderia ter dado o exemplo com a aprovação dessa emenda”, lamentou.

O integrante da ASSAJHOL também falou em contrassenso, pois recentemente os vereadores de Herval d´Oeste brigaram para Joaçaba ajudar financeiramente a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). “Acho que os municípios têm que ajudar a UPA que é benéfica para toda a região, mas daí os vereadores votam para manter as despesas?”, questionou. “Sabemos que eles devolvem recursos para a Prefeitura, mas poderiam provar que podem economizar mais”.

Finalizando a entrevista, Djalma Hack informou que vai pedir ao presidente da ASSAJHOL para que envie um requerimento pedindo aos vereadores que reconsiderem a matéria.  

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X