Menu

Jornalismo (49) 99111-4055

Anuncie no Portal (49) 99117-4389

Previsão do Tempo 26/07/2021 | 02:42

Joaçaba

Delegado revela como agia quadrilha que furtava veículos

Publicado em 13 de Agosto de 2015 às12h00

Delegado Bruno Boaventura durante entrevista coletiva

Foto: Delegado Bruno Boaventura durante entrevista coletiva

Em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira (13) na Delegacia Regional de Joaçaba, o delegado Bruno Boaventura revelou como funcionava o esquema da quadrilha especializada em furtos e desmanches de veículos na região.

As investigações apontam que os furtos aconteciam durante a madrugada, quando os veículos eram levados para um Ferro Velho em Videira e desmanchados “picados”. No dia seguinte, os elementos passavam para pegar o dinheiro, cerca de R$ 700,00 por carro pequeno e até R$ 2 mil por veículos maiores, caminhonetes. Eram furtados carros mais antigos, possíveis de abrir com uma chave micha, que eram picados na madrugada e as peças comercializadas pelo receptador. Os veículos maiores (S-10, F-1000 e Blazer) não ficavam na região.

De acordo com Boaventura, o xeque-mate na quadrilha foi possível graças às imagens de câmeras de segurança que o Setor de Investigação (SIC) de Herval d´Oeste conseguiu dos autores, que resultou no pedido de prisão preventiva no dia 31 de julho, quando foram detidos em Erval Velho Jackson Telles de Oliveira, 22 anos, o cabeça da quadrilha, seu irmão Guilherme Telles de Oliveira, 18 anos e Pedrinho Varella, 35 anos.

“É sem dúvida a maior quadrilha da região, e uma das maiores do estado”, disse o delegado ao afirmar que a polícia conseguiu documentar provas de 14 furtos na região (Catanduvas, Herval d´Oeste, Erval Velho, Treze Tílias, e Luzerna). “Provavelmente tenham furtado mais veículos, mas não foi possível encontrar as peças”, acrescentou.

Os elementos estavam sendo investigações há um bom tempo, pois haviam sido presos em Catanduvas, mas continuaram furtando ao sair da cadeia. “Temos provas contra outros que estão sendo investigados e podem ser presos a qualquer momento”, antecipou.

Além de Videira, os veículos tinham outro destino, dependendo do modelo. A segunda etapa da investigação vai comprovar a ramificação concentrada no litoral do estado, que pode ser até maior.

O nome do Ferro Velho e de seu proprietário não será revelado, pois ele está colaborando com a polícia nas investigações, sendo decisivo na materialização dos fatos, inclusive apontou as peças dos 14 veículos furtados. “Importante observar que ele não ficará impune. Poderá ser condenado no final do processo e terá que ressarcir as vítimas, tanto ele como os autores”.

O delegado informou ainda que os elementos serão enquadrados por organização criminosa, furtos qualificados, e roubo, pois tomaram um caminhão boiadeiro de assalto em Vargem Bonita. “Eu imagino que eles vão pegar mais de 15 anos de cadeia cada um”, acredita Boaventura.

A operação contou com a participação de policiais de Herval d´Oeste, Joaçaba, Luzerna, Catanduvas, Treze Tílias e Ciretan.

Acompanhe abaixo um trecho da coletiva:

Participe de nosso
Grupo no WhatsApp

Mais Acessadas

Farmácia de Plantão
Farmácia
Farmácia Júnior

Av. XV de Novembro, 377 - Centro, Joaçaba

Fone: (49) 3522-1787

Farmácia Júnior
X